O espírito de rivalidade nos esportes é uma das coisas mais legais nesse mundo. Sejam as rivalidades entre diferentes times, cidades ou modalidades, esse sentimento sempre “apimenta” um pouco as práticas esportivas. Como não poderia ser diferente no mundo universitário, as atléticas de cada curso possuem rivalidades com as de outros cursos ou mesmo com outras universidades. Vamos adentrar um pouco nesse mundo!

Só dentro do campo

Ninguém que gosta realmente de esportes vai para os jogos procurando puxar briga, né? Embora diariamente nós possamos ver exceções a isso (pessoas que vão para estádios com o objetivo de causar confusão), no ambiente universitário isso é, felizmente, bem mais raro.
Embora seja divertido viver num ambiente de competição saudável com as tradicionais alfinetadas para o pessoal de outras atléticas, tudo precisa ter um limite! Devemos sempre deixar claro que o processo é uma grande brincadeira, já que o objetivo principal das atléticas sempre foi o de unir os universitários de vários cursos.  Portanto, sempre deixe a mensagem clara para qualquer pessoa que quiser puxar briga nas reuniões: “aqui , não!”

Temperando os jogos

Você sabia que diversos cursos possuem rivalidades tão fortes que até mesmo as músicas da torcida implicam com o time rival?  Alguns cursos como arquitetura-engenharia, direito-medicina geralmente possuem rivalidades “clássicas”, mas isso acaba variando muito de acordo com as universidades e o tamanho de cada atlética.

Curiosamente, diversas atléticas foram criadas ou mesmo modificadas para poder mostrar a força de cada curso. Querendo ou não, a rivalidade entre as atléticas nesse aspecto serviu para impulsionar a atividade entre elas, cada uma buscando superar a outra tanto nos esportes quanto nas atividades. Os esportes são, inclusive, um show à parte: as competições começam desde as cantorias , passando pelas coreografias das líderes de torcida e chegando no evento principal: as competições esportivas

Cooperação sempre

Apesar de tudo isso que discutimos acima, o clima quase nunca é hostil. A grande maioria das atléticas possui em seu “pacote” de atividades as ações beneficentes e trotes solidários. Estas ações vão desde coleta de alimentos em pontos estratégicos para doação até doação de sangue nos hemocentros das cidades.

Algo muito comum são as “parcerias” entre atléticas de diferentes cursos para maximizar o sucesso das campanhas. Diversos cursos acabam dividindo os mesmos espaços nas aulas (um campus específico para cursos da área da saúde, por exemplo), de maneira que se vários grupos agirem para angariar recursos e pessoas, o trabalho será mais efetivo. Este é, com certeza, um exemplo de rivalidade saudável.

Integração entre diferentes faculdades

Existem diversos eventos que servem para realizar a integração entre os alunos de determinado curso de diversas universidades pelo Brasil. Um exemplo é o Intermed, que ocorre por estado, reunindo os alunos de medicina para jogos, festas e competições durante alguns dias.

A rivalidade é bem frequente nesses eventos, cada faculdade tentando representar da melhor maneira possível sua “casa”. Como já aconselhamos, participar de atléticas sempre é uma maneira de melhorar sua sociabilidade dentro da universidade e, claro, acumular histórias engraçadas. Afinal, você quer provar que a sua atlética é a melhor, né?