Na hora de escolher uma roupa, não adianta ver somente a estampa. Saber analisar o tecido ideal para camisas é essencial para o caimento perfeito e para alinhar o produto às suas expectativas. Entre os diversos tipos de tecido, destacamos aqui o algodão e o poliéster. Saiba quando optar por cada um deles.

Poliéster

O poliéster é a malha mais famosa dentro dos tecidos de fibra sintética. As camisas de poliéster seguram mais a cor, são resistentes, secam rápido e não precisam passar.

A desvantagem é que o tecido dificulta a eliminação do suor, absorvendo mais odores e tem uma qualidade inferior em relação a malha de algodão. Se por acaso, você resolver usar o ferro de passar, fique de olho na temperatura! Por ser um tecido mais leve e fino, ele pode queimar com facilidade. Os tipos de tecido que possuem poliéster em sua composição são:

Helanca ou Caxarrel

Contendo 100% de poliéster, é uma malha perfeita para fazer estampas pelo processo de sublimação, sendo muito utilizada em abadás, blocos, micaretas, shows e eventos.

Este tipo de malha também é muito usado para estampar mangas florais ou camufladas.

Dry Poliéster

É uma malha com bastante durabilidade, bom caimento e conforto, sendo muito utilizada para as práticas esportivas e academia. Alguns Dry tem o visual diferenciado pelo efeito “furadinho”, mas não transparente. É extremamente confortável de usar, fácil de lavar e secagem rápida.

O tecido Dri-Fit (Tecnologia Inovadora Funcional) é um tecido de desempenho que afasta o suor da pele, ajuda a se manter seco e confortável. Para aqueles que exigem mais de uma peça de roupa, existem opções de tecido Dry Fit com proteção UV que protegem a pele durante a exposição ao sol com maior conforto e funcionalidade

Malha PP

Possui uma composição 100% de poliéster. É uma malha macia e com um toque meio acetinado próximo a uma malha 100% algodão. Peças que utilizam a malha PP tem característica de ser prática, pois é uma malha que quase não amassa, com pouco encolhimento e desbotamento. Isso a torna ideal para o uso de uniformes pela frequência de lavagens.

Essa malha é muito usada para sublimação de estampas totais, como as que são usadas em camisas de futebol, é possível usar estampas em várias cores em aplicar numa peça branca.
No entanto, possui a desvantagem de ser uma malha que ventila menos no corpo, em decorrência disso retém menos suor na peça. É uma malha que conforme a utilização e lavagem pode criar bolinhas.

Ela é muito próxima a uma malha PV (67% poliéster e 33% viscose) o que difere é que absorve um pouco mais de cor no processo de sublimação pela característica de conter mais poliéster

banner 2

Algodão

As camisas de algodão estão classificadas dentro do grupo de fibras naturais. Normalmente, elas são mais elegantes, retém mais o suor no tecido, eliminando o mau cheiro e são bem mais confortáveis do que os outros tecidos.

As desvantagens é que amassam com mais facilidade e podem desbotar com o passar do tempo se a qualidade não for das melhoras. O algodão é a fibra mais utilizada na confecção de camisetas e possuí padronagens diferentes. Podemos classificar as camisas de algodão basicamente em:

Fio 24

A espessura do fio é o que vai dizer se a camisa é ou não de boa qualidade. Os números variam de 24.1 à 30.1, sendo que quanto menor for o número, maior é a espessura do fio e consequentemente, pior é a sua qualidade.

Logo, o algodão Fio 24 é fino e pouco durável. Normalmente, é o tipo de tecido que vemos em promoções naquelas lojas mais comerciais pois é preciso produzir em larga escala com o preço de custo mais baixo.

Fio 30 Cardada

O fio 30 tem a espessura menor que o fio 24 e, por isso, são de melhor qualidade.

O fio 30 cardada é confortável, mas não passa pelo mesmo processo de tratamento que o fio 30 penteado (que falaremos a seguir). Essa malha é muito utilizada em camisetas de eventos, brindes empresariais, uniformes e quem está a procura de um produto mais em conta também.

Fio 30 Penteado

Já o fio 30/1 penteado, possui uma qualidade muito diferenciada em relação as outras malhas. O principal quesito que conta para a qualidade nesse tipo de tecido, é que ele passa por uma penteadeira que retira as impurezas e as fibras mais curtas (por isso o nome fio 30 penteado).

Quando um tecido possui muitas fibras curtas, há uma maior formação de pilling que são aquelas bolinhas que aparecem no algodão com o passar dos tempos e neps que são os defeitos na regularidade dos fios.

Devido a esse processo, o fio 30 penteado é muito mais resistente que os outros tipo de algodão. Embora sejam mais caras, ainda assim, continuam sendo um ótimo custo-benefício pela sua qualidade e durabilidade.

Como você pôde ver, o tecido ideal para camisas vai depender do seu propósito. Se seu interesse for peças com um preço mais baixo para algum evento ou uma situação de alguns dias, prefira as malhas de poliéster. Agora, se você transpira muito e quer uma peça de longa durabilidade e de alta qualidade, as roupas de algodão podem ser boas alternativas e em uma questão mais durável.

Para o que precisar, conte com a gente! Estamos prontos para tirar suas dúvidas e oferecer o que há de melhor no mercado. Entre em contato conosco!