As gincanas escolares são práticas bastante comuns, pois além de ser um ótimo entretenimento, são também uma forma de engajar os alunos e às vezes, os familiares, em tarefas culturais, esportivas e de aprendizado. No entanto, organizar uma gincana pode ser um desafio.

Então você deseja organizar um evento nesses moldes mas está totalmente perdido? Fique de olho em algumas dicas que podemos te dar sobre o assunto!

1. Objetivo

As gincanas e os campeonatos interclasse são uma ótima maneira de motivar os alunos, fazer com que eles sejam mais participativos nas atividades escolares e também promover a melhor fixação de algum conteúdo estudado. Mas antes de mais nada, é preciso estabelecer um tema principal do evento, ou um “objetivo”.

A pergunta que deve ser feita é “Qual é a intenção da gincana?” e a partir daí decidir. Pode ser um campeonato de soletração, de cálculos matemáticos, histórico cultural, esportivo, arrecadação de fundos para a formatura, recreacional ou uma mistura de tudo. Diversos destes eventos com um tema principal acabam unindo mais ainda as turmas, e são opções excelentes para professores que desejam conhecer melhor uma nova classe, ou fazê-la se conhecer melhor

2. Público alvo

Outro fator importantíssimo é a dúvida: qual o público alvo da minha gincana? Isso é bastante importante por alguns fatores:

  • Organização do tempo: Séries mais avançadas possuem tempo hábil menor, de maneira que as atividades da gincana precisam ser “encaixadas”
  • Objetivo: Embora isso possa variar, em via de regra é bastante útil aplicar temas como responsabilidade social e doação de itens básicos para as gincanas das classes mais avançadas
  • Atividades: Quanto mais inicial a turma abraçada pela gincana, mais simples deverão ser as atividades(ou maior o envolvimento dos pais)

A gincana contará com alunos de uma faixa etária específica? Será restrita a apenas uma escola? O envolvimento de pais e familiares será permitido? Todas estas perguntas são importantes na hora de organizar o ‘’molde’’ da sua gincana. Uma dica é fornecer uniformes personalizados de cores diferentes para cada grupo e estimular a identidade e o trabalho em equipe.

3. Local e duração

Também é preciso pensar onde será a gincana e o tempo destinado para ela. Dessa forma, o campeonato não atrapalhará outras atividades escolares e consequentemente, o calendário escolar.Esta questão é ainda mais grave no Ensino Médio, quando as preocupações com as provas de vestibular começam a aparecer e o calendário acadêmico é mais rígido.

Defina se ela será apenas nas dependências escolares como laboratórios, quadras e auditórios ou se terá tarefas exteriores. Algumas escolas contam com dependências fora do ‘’terreno principal’’, como sítios ou chácaras. Esses locais são bastante úteis pois fornecem espaço e um ambiente de ar livre permitindo com que os participantes aproveitem mais o tempo na gincana.

4. Provas

A definição dos itens anteriores é necessária para podermos organizar as atividades que serão propostas , de acordo com o público, horários e recursos.  Abaixo listamos algumas sugestões e suas respectivas funções, mas vale lembrar que toda prova estimula positivamente cada aluno.

Atividades Recreativas:

  • Corrida de saco
  • Corrida com ovo na colher
  • Caça ao tesouro

Desenvolvimento Estudantil/Habilidades teóricas:

  • Prova de soletração
  • Prova de cálculos Matemáticos
  • Prova de conhecimentos gerais(quizz)
  • Representações histórico-teatrais

Esporte/Cooperação:

  • Jogos esportivos como futsal, vôlei, futebol, basquete (também auxiliam em outras áreas como saúde )
  • Cabo de guerra

Arrecadação de fundos/cunho social

  • Venda de rifas
  • Arrecadação de alimentos
  • Arrecadação de itens gerais

 

EBOOK ATLETICAS

5. Pontuação e premiação

Todo mundo quer ganhar a gincana da qual participa. Sabendo disso, fomentar o espírito competitivo leva ao maior comprometimento dos participantes. Mas e aí, como definimos quem ganhou? É importante que cada prova tenha um valor justo equivalente à tarefa envolvida: tarefas mais difíceis terão pontuações maiores. Você pode utilizar valores crescentes de pontuação para as tarefas conforme as provas avançam.

A premiação também é importante, pois ela será a recompensa de todo o trabalho duro. Troféus, medalhas, livros, materiais escolares, passeios, pontos no boletim etc. Sabemos que o importante é competir, mas todo mundo gosta de ver seu trabalho reconhecido, por isso também é válido pensar em prêmios para as outras colocações.

Sabendo desses itens básicos você estará preparado para organizar sua gincana com o maior sucesso possível, nunca esquecendo que organizar um evento desses é garantia de muita diversão. Se gostou do conteúdo e quer ficar atualizado sobre mais artigos como esse, não deixe de curtir nossa página no Facebook e nos seguir no Instagram.